EU - PLURAL

15/04/2015 04:39

ÀS VEZES

NO SILÊNCIO

ME SINTO TÃO PERTO DE MIM

QUE O GRITO NÃO SAI

QUE O CALAR É ATROPELADO

E O PENSAMENTO URGE

POR CAMINHOS

NUNCA ANTES PERCORRIDOS...

É DE UMA EVASÃO TÃO NÍTIDA

QUE INVADE COMO CANSAÇO

UM ESCAPISMO 

QUE RONDA AQUILO QUE É REAL

E O LEVA AO IMAGINÁRIO

ASSIM

EM PEQUENAS PALAVRAS...

EM VERSOS SINGULARES

EM PESSOAS QUE SE PLURALIZAM 

NOS FALARES

E EM SORRISOS TE LEVAM 

TÃO LONGE 

QUANTO AQUELE QUE

DE LÁ VEM

QUANDO VEM

SE VEM

ATÉ QUE A PORTA BATE...

E A CABEÇA DESPERTA DESSA PLURALIDADE DE MIM...

                                                                                   Carla Neto.