RECORDAR QUASE SEMPRE É VIVER!

18/01/2016 13:55

A CHUVA BATE NA TELHA

COMO SE ALGUÉM

BATESSE À PORTA

AO ENTRAR

DEIXO

MINHAS MEMÓRIAS

INVADIREM 

TODO O TEMPO

ENQUANTO CAÍA...

E RECORDO

COM SABOR DE BANANA 

COM CANELA

O CAIR DA CHUVA NA MINHA

ANTIGA GRANDE CASA

E QUANDO 

ELA CAUSAVA

A QUEDA DE MANGAS

SOBRE O TELHADO

O QUE PROVOCAVA DIVERSOS BARULHOS

QUE COMPLEMENTAVAM A NOITE...

DORMIR NESSES DIAS

SE TORNAVA

DIVERTIDO...

O BARULHO DA CHUVA

O SUSTO COM O CAIR DAS MANGAS

A EXPECTATIVA COM A FALTA DE ENERGIA

E GENTE BASTANTE

QUE CONTAVA HISTÓRIA

JOGAVA BARALHO

RIA A TODO INSTANTE

E SACANIAVA QUEM APARENTASSE MEDO...

BRUUUUUUUUUUUUUUUMMMM

 

DE SÚBITO LÁ SE FORAM AS RECORDAÇÕES...

MAS MESMO ASSIM

CONTINUO 

NESSE SABOR DE INFÂNCIA

E VOU DEITAR ALEGRE

COM TODAS ESSAS LEMBRANÇAS...

 

Carla Neto.